Connect with us

Opinião

Crise provocada pela pandemia leva cubanos a protestar contra governo

Published

on

Milhares de cubanos saíram às ruas, no domingo, em protestos contra a ditadura Comunista, em Havana e nas pequenas cidades. O Presidente Cubano, Miguel Diaz-Canela, resistência, aos Cubanos Pró-Governo, para travar as incursões dos anti-regime, criando assim confronto nas ruas das capitais cubanas.

Foi a maior onda de protestos anti-governo desde 1994. De lembrar que Cuba, vive um embargo desde 19 de Novembro de 1960, quase 61 anos de embargo, dois anos após a revolução Cubana, limitando assim todo tipo de exportação excepto medicamentos e alimentos, com objectivo de impor o capitalismo americano.

Com a pandemia da Covid.19, a situação económica de alguns países têm vivenciado maus momentos e a situação em Cuba, tem se agravado nos últimos tempos, com a falta de medicamentos e alimentos, fez com que a população saísse às ruas exigindo do Governo a resolução imediata da situação e colocando em causa o fim do regime comunista, neste pequeno país insular localizado no mar do Caribe (ou mar das Caraíbas), na América Central e Caribe (sub-continente da América). que compreende a ilha de Cuba e a Ilha da Juventude.

Acho que é, altura de o governo Cubano, velar um novo sistema sistema político, como exemplo: Um regime híbrido um sistema político que mistura características de democracia e autoritarismo Essa categoria é usada para definir regimes que não são classificados como democracias plenas, mas também não como ditaduras. Como por exemplo a China é um considerada um país cujo sistema econômico apresenta características híbridas porque possui uma política socialista de controle e distribuição de renda, enquanto que sua economia é totalmente voltada ao capitalismo de mercado.

Cuba, chega a ter um excedente de recursos humanos, mas não tem como suportar tanto recursos humanos, e não ter como explorar por conta do embargo com isso as exigências da população aumentam e a resposta continua ser insuficiente, por falta de capacidade de resposta do governo.

É preciso mudar com urgência o sistema para poder ultrapassar está situação porque se não o cenário, de manifestações irá continuar um dia terá de ceder a vontade da maioria da população que vai sentido falta de quase tudo a fome, medicamentos vai aumentando e a falta de outros bens e oportunidades que alguns Cubanos não têm tido.

As exigências vai aumentando e isso poderá levar o governo a enfrentar situações embaraçosa nos próximos tempos. vamos aguardar o desenrolar da situação mas acredito que o governo Cubano, poderá contornar a situação apesar de que as especulações da média internacional antirrengime Cubano, irá aumentar mas acredito numa solução pacífica do governo e do povo Cubano para o bem de todos. prefiro acreditar na resistência deste povo, que vem suportando um embargo de 61 anos e que saberá superar mais um momento menos bom e resolver de forma pacífica está situação.

Por Pedro Moreira

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (6)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (88)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD