Connect with us

Sociedade

Crise põe no desemprego mais de 30% dos trabalhadores da TV ZIMBO

Published

on

Mais de 30% dos funcionários da TV Zimbo reincidiram contratos com aquela que é a segunda estação televisiva mais vista em Angola, devido à crise económica e financeira, revelou ontem ao Correio da Kianda, uma fonte da estação do Talatona, que não quis ser identificado.

Segundo a fonte que temos vindo a citar , as saídas em reportagens Presidenciais por exemplo, há muito que deixaram de ser feitas por falta de dinheiro. A televisão, que actualmente é suportada uma boa parte com dinheiro de publicidade, deixou de receber financiamento por parte dos seus accionistas, que aos poucos vão desfazendo-se da empresa por alegada perseguição politica.

Os despedimentos, têm sido justificados como estando a obedecer a um processo de reestruturação em quase toda Media Nova, mas, a fonte, avança que a crise financeira, tem sido o Busílis da questão.

Recorde-se que recentemente, o secretário-geral da União Nacional dos Trabalhadores Angolanos -Confederação Sindical (UNTA-CS), Manuel Viage, em entrevista ao jornal de Angola, revelou que mais de 100 mil postos de trabalho foram encerrados no país devido à crise económica e financeira.

A TV Zimbo é a primeira estação privada de televisão de Angola. As emissões experimentais tiveram início no dia 14 de Dezembro de 2008, emitindo na frequência 45 UHF, através do retransmissor situado no Município de Talatona, na Província de Luanda, e na posição 5 da rede da ZAP.

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Osvaldino

    26/09/2019 at 7:13 am

    Busil ( errado)
    Busílis ( correcto)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *