Connect with us

Sociedade

Criminosos libertados pela PGR “tiram sono” a populacão no bairro Dangereux em Luanda

António Sacuvaia

Published

on

A criminalidade violenta em Luanda tem estado aumentar nos últimos dias, isto, depois de alguns meses de acalmia, fruto das operacões da Polícia Nacional.

A populacão, associa o índice elevado de criminalidade que tem estado a se registar em alguns bairros de Luanda, nesta fase em que o País vive o Estado de Emergência, com a recente libertacão de supostos criminosos que se encontravam detidos em cadeias de Luanda, que são no total, mais de dois mil arguidos, presos preventivamente, mas que acabaram por ser soltos nas últimas semanas pela Procuradoria-geral da República (PGR), para prevenir a propagação da covid-19 nos estabelecimentos prisionais do país.

No bairro Dangereux por exemplo, os moradores falam em falta de capacidade da Polícia da zona, que tem sido “impotente” em dar respostas as aflicões da populacão, e, que nos últimos dias, fruto da criminalidade violenta, circular acima das vinte horas, segundo contam, tem sido perigoso.

“ Os bandidos que agora estão a fazer sucesso aqui no Dangereux são estes que foram soltos recentemente. Não estamos a conseguir dormir em condicões. Esses dias, aqui se tornou um “Bagdad “ é muita criminalidade a mão armada e assaltos a residências, que até vinte horas ninguem sai mais na rua. Conta, uma das moradoras do bairro Dangereux, em concversa com a equipa de reportagem do Correio da Kianda.

Nesta segunda-feira, (04) dois Jovens, supostamente recém libertados, no quadro do reexame dos processos em instrução preparatória, que visa prevenir a propagação da covid-19 nos estabelecimentos prisionais no país foram morto a tiro, na zona do Viana-Park, no Município de Viana, por efectivos do SIC, depois de tentarem assaltar uma cidadã que saía de um banco.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *