Connect with us

Politica

Cresce número de visitantes ao país após isenção de vistos

Published

on

O Presidente da República, disse neste sábado, 13, que depois do anúncio, no ano passado, da isenção de vistos a cidadãos de 98 países o número de entrada de turistas no país aumentou significativamente.

Em declarações à imprensa, no fim da sua visita de trabalho de 48 horas a província do Huambo, João Lourenço referiu, sem avançar números, que as informações existentes dão conta de que o número de visitantes tem sido grande, ao ponto de obrigar os serviços competentes a criarem capacidade para receber e tratar de uma cifra crescente de turistas.

Estados Unidos da América, Brasil, Portugal, Cabo Verde, Rússia e China estão entre os 98 países a que Angola deixou de exigir visto de turismo para estadias inferiores a 90 dias por ano.

O chefe de Estado disse que “Angola é grande e às vezes não vemos todos os turistas”, sublinhado que responsabilidades no sector são repartidas, com o “Executivo a tratar das questões burocráticas, como a isenção e a facilitação de vistos”.

Por outro lado, considerou que o estado das vias e a desvalorização da moeda nacional não são impedimentos para haver turismo no país, pois “os turistas não se importam com esses quesitos internos.

“Quer o estado das vias, quer a desvalorização da moeda, nenhum desses problemas – que eu considero problemas, e são, não deixam de o ser – constitui impedimento para haver turismo. Nós já fizemos turismo em outros países e andámos em estradas esburacadas. Há turistas que preferem ficar na praia, há turistas que preferem ficar nas grandes cidades, em hotéis de cinco estrelas, mas também há turistas que gostam de apanhar poeira, chuva, lama. Portanto, o estado das picadas acaba até por ser desafiador. Para o turista que gosta de aventura, o estado das vias, das picadas e das estradas de terra batida, não constitui problema”, disse.

Colunistas