Connect with us

Economia

CPLP discute em Luanda contributo dos “portos da lusofonia” nas economias

Published

on

Decorre desde esta segunda-feira, 15, em Luanda, o XII Congresso de Portos de Língua Portuguesa, onde estão a ser debatidos diversos temas ligados ao contributo dos portos nas economias da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

O objectivo, de acordo com a organização, é de apresentar as melhores práticas e lançar debate sobre os desafios que os portos dos países da CPLP enfrentam no âmbito da inovação e digitalização. A forma como a resiliência dos portos e a descarbonização da economia afecta o shipping internacional, bem como a estratégia de internacionalização a ser seguida pelos portos da comunidade para reforçar a competitividade, constam igualmente dos objectivos.

No primeiro dia do evento, preletores de Angola, Brasil, Cabo Verde e de Portugal fizeram-se ao púlpito para debaterem com os participantes vários temas.

O administrador do Porto da Praia, da República de Cabo-Verde, Nelson Freire, foi o primeiro orador do desta segunda-feira 15,, ao apresentar o tema Inovação e digitalização ao serviço da competitividade, tendo sido seguido do Director de Tecnologias de Informação do Ministério dos Transportes de Angola, Lourenço Pina, que abordou a estratégia de digitalização dos portos e logísticas de Angola.

Da República Federativa do Brasil interveio o Superintendente de Desenvolvimento e Sustentabilidade da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, que apresentou os desafios do projecto “Portos sem papel”.

“Portos Portugueses- janela Única de Logística – presente e futuro” foi o tema apresentado por Cláudio Pinto, gestor de projectos da Associação de Portos de Portugal, além de outros oradores dos países participantes.

Para esta terça-feira, 16, o programa reserva discussões sobre a internacionalização dos Portos dos Países de Língua Portuguesa, a estratégia de internacionalização do porto Santos, do Brasil, ainda os desafios da marca APLOP (Associação de Portos de Língua Oficial Portuguesa), em Portugal e a sua implementação nos portos de Moçambique, bem como a perspectivo do sector dos Cruzeiros em Cabo-Verde.

O XII Congresso de Portos da Lusofonia é uma organização da Associação dos Portos de Língua Oficial Portuguesa (APLOP), em parceria com a sua afiliada de Angola, a APA, com o objectivo de reforçar os laços de cooperação e aumentar as trocas comerciais entre os seus associados e membros.

Além de Angola, que acolhe o evento, na Escola Nacional de Administração e Políticas Pública, em Luanda, participam as afiliadas de todos os países membros da associação.

Fazem parte da Associação dos Portos de Língua Oficial Portuguesa (APLOP), Angola, Brasil, Cabo-verde, Moçambique, Guiné Bissau, Guné Equatorial, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste, além de Macau e Marrocos, na condição de membros observadores.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (25)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (27)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (91)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (22)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania