Connect with us

Politica

Covid-19: UNITA quer ouvir ministra da Saúde no Parlamento

Published

on

Numa nota a qual o Correio da Kianda teve acesso, o Grupo Parlamentar do maior partido na oposição, UNITA, remeteu ao gabinete do Presidente da Assembleia Nacional, uma solicitação de audição à ministra da Saúde em virtude da situação de combate à pandemia da covid-19.

Em causa estão dúvidas sobre os procedimentos de testagem e quantidades de testes, bem como o programa de vacinação dos cidadãos no país, o tipo de vacinas, as quantidades, os custos de aquisição, dentre outros.

A UNITA explica que o pedido de audição tem respaldo nos termos do nº 1, do artigo 3030 e do artigo 1470 da Lei nº 13/17, de 6 de Julho (Regimento da Assembleia Nacional).

“Enquanto membros de um órgão de soberania, sendo representantes do povo soberano de Angola, os deputados têm o direito e o dever de serem informados com a devida antecedência e privilégio, nos termos da Constituição e da Lei”, lê-se no documento emitido nesta segunda-feira, 22.

No ofício dirigido ao presidente da Assembleia Nacional, o grupo parlamentar da UNITA diz esperar que o pedido de audição “tenha um tratamento célere em função da sua relevância”.

Desde o início da pandemia, Angola notificou 20.548 infeções da covid-19, dos quais 499 óbitos, correspondentes a uma taxa de letalidade de 2,4%.