Connect with us

País

COVID-19: Situação agrava-se no país

Redação

Published

on

Quatro meses após o despoletar do surto do novo Coronavírus, na cidade chinesa de Wuhan, com milhares de mortes pelo Mundo, Angola registou, neste sábado (dia 28) os dois primeiros óbitos.

Trata-se de dois angolanos do sexo masculino, de 59 e 37 anos de idade, respectivamente, ambos provenientes de Portugal nos dias 12 e 13 deste mês de  Março.

Com estas duas mortes, o país passa a contabilizar cinco casos positivos, de um total de 886 cidadãos suspeitos em quarentena institucional em todo país, dos quais 535 na capital, Luanda.

Os demais cidadãos estão a cumprir o período de quarentena institucional nas províncias do Cunene (158 casos), Bié (4), Cuanza Norte (3), Uíge (14), Huíla (36) e Huambo (27), fora as pessoas em quarentena domiciliar.

Malanje

Cinco mil litros de álcool neutro potável foram doados a seis instituições públicas, pela empresa Companhia de Bioenergia de Angola (Biocom), para ajudar na prevenção e combate da pandemia nas províncias de Malanje, do Cuanza Norte e de Luanda.

A doação enquadra-se na responsabilidade social da empresa e destinou-se a orfanatos, lares de idosos, penitenciárias, hospitais, centro de recuperação de toxicodependentes, bem como a unidades policiais e militares.

Bié

Seis, dos oito indivíduos que estavam em quarentena domiciliar, na província do Bié, sem apresentar sinais da doença, deixaram de cumprir essa regra sob orientação das autoridades sanitárias.

Nesta província do centro, os efectivos da Policia Nacional etiveram seis líderes religiosos, cinco dos quais angolanos, que realizavam cultos nas residências, no Cuito, Andulo e Calussinga .

A cidade do Cuito vai contar esta semana com um Centro de Tratamento com capacidade para trinta (30) camas, no bairro Cavanga II, para pacientes que eventualmente possam estar infectados com o COVID-19.

Por outro lado, o governador do Bié, Pereira Alfredo, aconselhou os cidadãos a não resistirem ao Estado de Emergência que o país vive, enfrentando as autoridades policiais, andando pelas ruas desta artéria.

Entretanto, proibiu a venda de produtos alimentares e de higiene fora dos mercados municipais, assim como orientou a destruição de barracas ao lado dos mesmos, tendo em conta a pandemia.

Cento e 25 cidadãos, retidos há quatro dias na comuna do Cunje, a sete quilómetros do Cuito, capital do Bié, começaram a ser assistidos hoje (domingo), com bens de primeira necessidade e água potável.

Os cidadãos, entre os quais oito crianças, seis idosos, 38 mulheres e 73 homens, vão beneficiar de assistência médica e de outros equipamentos de biossegurança visando prevenir a pandemia do coronavírus.

Huila

O Instituto Superior Politécnico Independente (ISPI) do Lubango criou, na semana finda, turmas virtuais, para dar seguimento dar seguimento às aulas neste período de Estado de Emergência em vigor desde sexta-feira.

Essas turmas são uma extensão das salas físicas, onde os professores podem orientar trabalhos e interagir com os estudantes em aulas por vídeo-conferência.

Lunda Norte

O Governo da Lunda Norte tem disponível 90 milhões de kwanzas para garantir uma logística, de materiais de consumo para acções de prevenção do Covid-19 e de serviço.

O montante servirá essencialmente para a aquisição de equipamentos de biossegurança e alimentação para os 42 cidadãos em quarentena institucional, provenientes da África do Sul, Brasil,  Portugal e Ucrânia.

Por outro lado, três cidadãos com idades compreendidas entre os 35 e 40 anos de idade, provenientes da África do Sul e Portugal, terminaram hoje a quarentena domiciliar, nos municípios de Chitato, Cuango e Cambulo.

Estes cidadãos foram acompanhados devidamente pelas autoridades sanitárias, sendo funcionários de empresas de exploração de diamantes nos referidos municípios.

Noutra vertente, sessenta e quatro médicos nacionais e estrangeiros vão garantir a assistência médica aos centros de quarentena e de internamento de cidadãos que venham a ser diagnosticados com a Covid-19.

Luanda

Na capital do país, mototaxistas continuam a desobedecer as orientações, mantendo a corrida diária sem preocupação, violando assim o Estado de Emergência, em vigor desde o dia 27 de Março.

Segundo o Decreto Presidencial, está interdita, num período de 15 dias, a circulação e a permanência de pessoas na via pública e o exercício do mototaxi, com vista o combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Zaire

Cinquenta e quatro motorizadas em serviço de táxi foram apreendidas neste sábado nos municípios do Tomboco e Soyo, pelas forças da ordem, por incumprimento das regras e medidas de prevenção contra o coronavírus.

De acordo com o porta-voz do Comando Provincial da Polícia, inspector-chefe Luís Bernardo, implicados desobedeceram ao que está estipulado pelas autoridades, que proíbe a circulação de moto-táxis nesta fase de excepção que o país vive.

Cuanza Norte

Quatro cidadãos angolanos, recentemente regressados de Portugal, um país considerado de “alto risco” de transmissão do novo Coronavírus (Covid-19), estão a cumprir a quarentena domiciliar na cidade de Ndalatando, no âmbito das medidas de prevenção da doença.

Segundo a directora do Gabinete provincial de saúde, Filomena Wilson, esses cidadãos estão a ser acompanhados pelas autoridades sanitárias locais, tratando-se de duas mulheres e dois homens que regressaram  ao país nos dias 17 e 19 de Março em curso.

Namibe

O governador da província do Namibe, Archer Mangueira, constatou o estado de funcionamento do centro de isolamento no municipio do Tombwa com capacidade para acolher 17 pacientes.

 

Angop

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *