Connect with us

Mundo

Covid-19: Primeira morte na República Democrática do Congo

Published

on

A República Democrática do Congo (RDCongo) anunciou hoje a primeira morte devido ao novo coronavírus em Kinshasa, a terceira na África subsaariana, onde Ruanda, República do Congo e Angola anunciaram o encerramento das fronteiras.

“O INRB [Instituto Nacional de Investigação Biomédica] confirmou cinco novos casos. Tivemos o primeiro caso de morte ligado à covid-19″, afirmou na rede social Twitter o ministro da Saúde, Eteni Longondo.

RDCongo registou um total de 23 casos desde 10 de março.

As duas primeiras mortes na África subsaariana foram anunciadas no Burkina Faso na quarta-feira e no Gabão na sexta-feira.

A República do Congo, vizinha da RDCongo, anunciou hoje o “fecho imediato, e até novo aviso, de todas as fronteiras”, após a descoberta de um novo caso, o quarto.

“As fronteiras estão fechadas”, anunciou também hoje o Ruanda, que decretou o confinamento da população.

Angola, que anunciou hoje os seus dois primeiros casos, também fechou as fronteiras com a RDCongo.

A primeira vítima do covid-19 da RDCongo é um parente (irmão e membro do gabinete” da ministra da Economia, que também que está infetada com o novo coronavírus.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 271 mil pessoas em todo o mundo, das quais pelo menos 12.700 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *