Connect with us

Desporto

Corpo de Atsu recebido com honras militares no Gana

Published

on

O corpo de Christian Atsu, encontrado morto no passado dia 18, nos escombros do sismo que abalou a Turquia, foi recebido com honras militares no Aeroporto Internacional de Kotoka, no Gana, sua terra natal.

Várias figuras ligadas ao futebol e à política do Gana testemunharam, ao lado da família, amigos e público em geral, no último domingo, a chegada dos restos mortais do futebolista que perdeu a vida no Terramoto que abalou o sul da Turquia, onde se encontrava a jogar pelo Hatayspor, da cidade de Hatay.

A urna contendo os seus restos mortais chegou este domingo a Acra, capital do Gana, transportado por um Boing 777 da companhia turca de bandeira, a Turkish Airlines, tendo recebido honras militares no Aeroporto Internacional de Kotoka, na cidade de Acra, capital do Gana.

O embaixador do Gana na Turquia, viajou a bordo do avião da companhia aérea turca, para levar o corpo.

O vice-presidente de Gana, Mahamudu Bawumia, também esteve no aeroporto para a recepção dos restos mortais do atleta.

Notícias dão conta de que o jovem já tinha decidido deixar o clube e a cidade, por causa dos maus resultados da sua equipa no campeonato turco.

Christian Atsu já tinha, inclusive, comprado o bilhete de passagem para deixar a Turquia no dia 5 de Fevereiro. Mas antes de partir decidiu realizar a última partida, e acabou por marcar um golo que foi decisivo para manter a equipa no campeonato e em conseqüência disso, abortou a viagem.

O Sismo de 7.8 na escala de Richter ocorreu na madrugada do dia 6 de Fevereiro, horas depois da data da sua viagem.

Depois do Terramoto, foi comunicado o seu desaparecimento pelo seu agente desportivo. Entretanto o seu corpo so foi encontrado no dia 18 de Fevereiro. Os seus pertences, incluindo o telemóvel, foi entregue à família.

Antes de assinar pelo clube turco, o malogrado jogador, que contava 31 anos, representou FC Porto e Rio Ave, de Portugal. No seu país jogou pelo Ghana Black Stars.

Entre 2013 e 2017 esteve no Chelsea, apesar de nunca actuado pela equipa principal, jogou depois pelo Newcastle entre 2017 e 2021 e também outros clubes como Vitesse, Everton, Bournemouth, Málaga e Al-Raed.