Connect with us

África

Conselho de Segurança condena ataque a campo de deslocados na RDC

Published

on

O Conselho de Segurança da ONU condenou o recente ataque a um acampamento de deslocados no nordeste da República Democrática do Congo (RDC), lembrando que pode constituir um crime de guerra.

O Conselho de Segurança instou as autoridades congolesas a cooperar com a Missão de Estabilização da ONU na RDC (Monusco), numa investigação para levar os autores a tribunal, sublinhando que “os ataques deliberados contra civis podem constituir crimes de guerra”, de acordo com um comunicado, divulgado na terça-feira.

O Conselho de Segurança reiterou a condenação de todos os grupos armados que operam no país, e alertou para “um aumento” da actividade nas províncias orientais, tendo igualmente manifestado preocupação com a crise humanitária da RDC.

Pelo menos 45 pessoas morreram e dez ficaram feridas num ataque, atribuído ao grupo rebelde Cooperativa para o Desenvolvimento (Codeco), na madrugada da última segunda-feira, no campo de deslocados internos de Lala, na província de Ituri, de acordo com uma estimativa da ONU.

Desde 1998, o leste da RDC está mergulhado num conflito entre milícias rebeldes e o exército, apesar da presença da Monusco.