Connect with us

Partidos Politicos

“Congresso da JMPLA entrou para a História”

Published

on

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, afirmou, na noite de ontem, que o VIII Congresso Ordinário da JMPLA entrou para os anais da história da organização juvenil porque, pela primeira vez, o cargo de primeiro secretário nacional foi disputado por dois candidatos.

Ao discursar na cerimónia de encerramento do conclave, que ficou marcado pela eleição de Crispiniano dos Santos ao cargo de primeiro secretário nacional, Luísa Damião sustentou que a disputa de dois candidatos demonstra, de forma clara e evidente, o ambiente democrático que o país vive.

A “número dois” na hierarquia do partido no poder defendeu que os jovens que entram pela primeira vez no Comité Nacional da JMPLA devem ser capacitados com uma sólida formação política e ideológica e inseri-los de forma activa nas estruturas e principais acções da organização juvenil, de modo a se tirar proveito do génio criativo e inovador.
“Hoje o país vive um outro contexto, o que exige maior rigor, intervenção activa, inteligente e estratégica da organização do braço jovem do partido, tirando partido dos pontos fortes do ambiente interno da JMPLA e das oportunidades do ambiente externo, sem esquecer as fraquezas e ameaças”, considerou.
Luísa Damião defendeu uma melhor e forte intervenção no espaço público, combate nas redes sociais, debate político e maior inserção e capacidade de mobilização da juventude angolana em prol do desenvolvimento do país, bem como dos desafios políticos e eleitorais.
A dirigente partidária reafirmou a necessidade dos jovens do MPLA continuarem a mobilizar a juventude para campanhas de moralização da sociedade, com ênfase para o resgate dos valores patrióticos, éticos, culturais, morais e cívicos. “Hoje vivemos num contexto de rápidas mudanças e de uma série de complexidades onde coabitam o novo representado pelas novas forças tecnológicas”.

Felicitações do BP

O Bureau Político (BP) do MPLA felicitou a eleição do novo Comité Nacional e de Crispiniano Vivaldino dos Santos, para o cargo de primeiro secretário nacional da JMPLA, augurando que a organização juvenil do partido continue a interpretar fielmente os anseios e as aspirações da juventude angolana.
Num comunicado, o Bureau Político do MPLA regozija-se com a realização exitosa do VIII Congresso Ordinário da JMPLA, considerando que o evento representa um marco importante para os jovens, em prol do reforço da democracia interna e consolidação da maturidade política da organização social do partido.
O órgão de cúpula do partido no poder saúda, vivamente, os militantes, simpatizantes e amigos da JMPLA, exortando-os a manterem-se firmes, unidos e coesos em torno da liderança do Presidente João Lourenço, na prossecução do combate incessante à corrupção, ao nepotismo, à bajulação, à impunidade e a outros males que prejudicam o progresso de Angola e dos angolanos.

Problemas da juventude

O novo primeiro secretário nacional da JMPLA reafirmou, ontem a noite, que pretende apostar no diálogo com as diferentes estruturas do Executivo e da sociedade civil, para resolver os problemas candentes da juventude, como o desemprego, e outros que afectam o país, como as insuficiências na Saúde e Educação.
Crispiniano dos Santos, que discursava depois de, na sexta-feira, ter sido eleito ao novo cargo, incentivou, igualmente, os jovens a apostarem na formação profissional e empreendedorismo.
Visivelmente emocionado, o jovem político prometeu ainda, durante o seu mandato de cinco anos imprimir nova perspectiva de trabalho com a juventude, tendo como base o programa de Governo do MPLA. Para tal, Crispiniano dos Santos indicou a coesão e o crescimento da organização, imprimindo uma nova dinâmica no funcionamento das suas estruturas como um dos grandes desafios.
Durante o congresso, que decorreu sob o lema “Pela cidadania e pelo progresso construamos um futuro melhor”, foi aprovada uma moção de apoio ao líder do MPLA e Presidente da República, João Lourenço. O primeiro e segundo secretários nacionais cessantes da JMPLA, Sérgio Luther Rescova e Boavetura Chitapa, respectivamente receberam diplomas de mérito.
Crispiniano dos Santos foi eleito, sexta-feira, secretário nacional da JMPLA, em substituição de Sérgio Luther Rescova, nomeado, em Janeiro deste ano, governador da província de Luanda. Num universo de 2000 votantes do VIII congresso ordinário da JMPLA, o novo primeiro secretário nacional da organização juvenil do partido no poder obteve 1.434 votos, correspondentes a 71,7 por cento. O seu opositor, Domingos Betico, teve 522 votos, equivalentes a 26,1 por cento. No pleito, foram registadas 34 abstenções, correspondentes a 1,7 por cento, 10 votos nulos (0,5%).
Até à sua eleição, Crispiniano dos Santos, 34 anos e licenciado em Ciências da Educação, ocupava o cargo de secretário provincial da JMPLA no Cunene, onde milita há 18 anos.
Crispiniano Vivaldino Evaristo dos Santos é licenciado em Ciências da Educação, na especialidade de Geografia, pelo Instituto Superior de Ciências da Educação do Lubango (ISCED-Huíla) e membro do Comité Central do MPLA.
Os resultados divulgados pela comissão eleitoral dão conta igualmente que o Comité Nacional da JMPLA conheceu um alargamento de 70 membros, passando de 225 para 295.
Desde a nomeação de Sérgio Luther Rescova até á realização do congresso, a JMPLA era dirigida internamente pelo então segundo secretário nacional, Boaventura Chitapa.

 

C/ JA

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Emilia tenreiro

    13/10/2019 at 11:03 am

    Esse partido é um grande demônio vermelho isso sim. Dominadores corruptos enganadores do povo e ainda mais a fazer a cabeça dia jovens miseráveis. Ditadores compradores de votos impossibilitando a disputa e a concorrência por outros partidos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas