Connect with us

Educação Financeira

Como poupar quando compra roupa, calçado para os filhos/filhas

Published

on

Eu tenho duas filhas, com 9 e 7 anos (à data de Agosto de 2023) e bem sei que quando temos filhas(os) as nossas prioridades mudam. Se antes as prioridades estão voltadas para nós, para as nossas necessidades, com a chegada das(os) mais-que-tudo, tudo se altera, não só o que compramos, mas acima de tudo: as nossas escolhas. O que comprar, aonde comprar, quando, quanta quantidade, que orçamento temos para comprar, quando, etc.

Assim sendo, filhas(os) aumentam o número de membros dos agregados familiares, mas o investimento, pois comprar roupa, calçado não considero como custos ou perdas, mas na óptica do investimento, pois tem um alto retorno que passa por satisfazer estas demandas que parte das mais básicas do ser humano.

Antes de comprar roupa, calçado, seja o que for, enfim, devemos saber o que temos em primeiro lugar. Depois e no caso da roupa e calçado, devemos lembrar sempre que:
– as nossas filhas/os nossos filhos estão sempre a crescer. Comprar algo que lhes serve com 3, 5 anos, daqui a semanas, meses essa roupa e calçado vai deixar de servir… é neste âmbito que decidi escrever no 98º artigo de Educação Financeiro, para todos os papás e mamãs ou os que têm a ambição de o ser brevemente.

Deixo, como sempre, as minhas dez (10) dicas com base na experiência de pai «babão» que me considero como imensa paixão e amor.

1- Organizar o guarda roupa

Organize com frequência o guarda roupa, separe o que não serve mais e também agrupe as peças por ocasião e estação, isso vai facilitar para que você saiba o que vale a pena comprar e entenda qual tamanho de roupa seu filho está usando. Mesmo em Angola, com duas estações por ano, separe a roupa e calçado de calor (9 meses por ano, de 16 de Agosto a 14 de Maio) e no tempo do cacimbo (3 meses por ano – 15 de Maio a 15 de Agosto).

2- Fazer uma lista

Depois do primeiro passo, faça(m) uma lista pode te ajudar bastante a economizar nas compras da sua filha/do seu filho. Essa lista deve conter o que realmente precisa e com a evolução/crescimento do corpo, incluindo os pés. Comprar tudo à medida actual e de acordo com a etiqueta, vai tomar uma decisão menos acertada: a roupa e o calçado, em breve, vai deixar de servir, o que quer dizer, perda de dinheiro.

3- Aproveite promoções

Quando acaba cada estação, as lojas liquidam as peças da colecção e você pode acabar por comprar excelentes peças de roupa, por exemplo, para a próxima estação, porém, se atente a numeração, seu filho provavelmente crescerá até lá.

Outra coisa é aproveitar as promoções quando der, não fique à espera que a necessidade chegue de comprar aquilo que seu filho/filha usa bastante só para quando a roupa não servir mais e você ter que sair a correr para comprar algo que estará com um preço elevado, pois você não terá opção senão comprar aquela peça mesmo.

4- Trocar com amigos e família

Você pode combinar com amigos e familiares a trocar peças de roupas que não cabem mais, tendo isso combinado, vocês já sabem a quem destinar as roupas. Isso pode acontecer, inclusive, manuais escolares.

5- Não leve seu filho para as compras

Isso vai evitar que compre coisas desnecessárias, muitas vezes a criança acaba por querer muitas de coisas que não tem necessidade e aí se você não levar, já sabe que não vai ser fácil convencê-lo de que não é preciso fazer a compra.

6- Escolha qualidade

É importante escolher roupas com bons tecidos e de boa qualidade, porque as roupas são lavadas com mais frequência e também usadas para brincar. Então, um tecido ruim ou costura mal feita vai acabar causando problemas.

7- Peças chave

Na hora de comprar, opte por peças-chave. Isto quer dizer que você deve escolher cores e modelos que podem ser versáteis, usados em diferentes estações e quando combinados de formas diferentes podem ser usados em diversas ocasiões. Isso incluí peças jeans e camisetas lisas.

8- Observe os gostos da criança

É muito mais do que por uma questão estética, mas sim em questão de conforto. Observe quais roupas seu filho se sente melhor, como crianças estão o tempo todo em movimento conforto é essencial!

9- Remova as manchas

Você não precisa virar um(a) neurótico(a), mas saber retirar as manchas com os produtos certos vai garantir que as roupas do seu filho durem mais tempo e não fiquem com aquela cara de velha tão rápido, cheias de borbotos.

10- Aplicativos e lojas online

Utilize aplicativos e pesquise em lojas online, isso facilita muito para que você fique por dentro das promoções e também tenha acesso á cupons/boletins de desconto.

Seja rapaz ou rapariga, os pais precisam aprender também a educar financeiramente os seus filhos. Esta tarefa/responsabilidade dos pais auxilia a serem adultos capazes de administrar recursos. No caso das meninas, que sofrem esse estímulo grande ao consumo de coisas supérfluas, isso pode fazer com que ela seja vítima do consumismo e até mesmo endividar a família.

A primeira é ensinar o acto de doar, incentivando-os a passarem para frente roupas e brinquedos que não usam mais. Isso vai ajudar com que sejam adultos menos egoístas e sensíveis a necessidades de outras pessoas. A mesada também é uma boa pedida, pois a criança passa a reflectir sobre hábitos de consumo mais saudáveis.

Incentivar o sonho das crianças também é importante. O ideal é que eles listem pelo menos três a serem realizados em curto prazo (1 mês), um em médio prazo (6 meses) e outro em longo prazo (1 ano). Assim, eles terão motivos para poupar e vão aprender que dessa forma é possível conquistar mais coisas.

A criança também precisa aprender a diferenciar desejo de necessidade, sendo assim, os pais devem ajudá-la nas suas escolhas. É interessante que ela possa reconhecer que o dinheiro é algo difícil de ser alcançado e, portanto, deve ser valorizado e utilizado de forma consciente.

Por fim, os pais devem dar exemplo. As crianças vão aprender a agir vendo as atitudes dos pais. Portanto, é preciso que eles se esforcem para lidar com as finanças de forma consciente e sustentável, criando planejamentos que priorize a realização dos sonhos dos integrantes da família.

O autor irá falar sobre o tema hoje pela manhã, no programa Capital Central, na Rádio Correio da Kianda em 103.7 para Luanda e no nosso site. Sintonize-se!

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *