Connect with us

Politica

Comissário Panda pede desculpas

Published

on

O ex-comandante-geral da Polícia Nacional Alfredo Eduardo Manuel Mingas “Panda” pediu ontem desculpas públicas pelos eventuais erros, por falhas que tenha cometido fora e no exercício das suas funções.

“Quero aproveitar esta  oportunidade para apresentar aos cidadãos, à sociedade civil organizada, o meu pedido de desculpas por eventuais erros, falhas que tenha cometido fora  e no exercício das minhas funções enquanto comandante geral,  pois que só não erra, só não falha quem não trabalha”, disse Panda, na cerimónia de passagem de pastas ao novo comandante-geral, Paulo Gaspar de Almeida.

O ex-comandante-geral da Polícia Nacional esteve envolvido, na semana passada, num acidente de viação, do qual resultou a morte de duas pessoas. O acidente ocorreu defronte ao Shopping Xyami, na cidade do Kilamba, quando a viatura conduzida pelo comandante geral da Polícia Nacional colidiu com uma outra, com dois ocupantes, que perderam a vida.

Para o cargo de comandante-geral da Polícia Nacional foi nomeado o comissário-chefe Paulo Gaspar de Almeida, até então segundo comandante-geral da corporação.  O número dois da Polícia Nacional passa a ser o comissário-chefe António Pedro Joaquim Kandela.