Connect with us

Sociedade

Combate à corrupção: mais de 26 milhões apreendidos na Huíla

Published

on

No quadro do Plano Estratégico de Prevenção e Combate à Corrupção em curso no país, a Procuradoria-Geral da República apreendeu um total de vinte e seis milhões 343 mil kwanzas na província da Huíla, de 2020 a Novembro do ano em curso.

A informação foi avançada esta terça-feira, 12, na cidade do Lubango, pela Sub-Procuradora Geral da República na Huíla, Celma da Silva, referindo que o ano de 2023 houve maior apreensão com 17 milhões de kwanzas, segue-se o de 2021 com oito milhões 259 mil kwanzas e o de 2022 com um milhão de kwanzas.

Durante o período em análise, segundo a magistrada do Ministério Público, foram acusados e remetidos a juízo 38 processos, com 98 arguidos e estão em instrução outros 119.

Celma da Silva, declarou que o destaque recai para os crimes de abuso de poder, abuso de confiança, peculato, recebimento indevido de vantagens, corrupção activa e passiva de funcionários, tráfico de influência, participação económica em negócio, falsificação de documentos e associação criminosa.