Connect with us

Economia

Cobrança de Impostos não petrolíferos atinge máximo historico em 2018

Published

on

A cobrança de impostos não petrolíferos em Angola deverá atingir em todo o ano de 2018 um máximo histórico de 1,740 biliões de kwanzas (7.820 milhões de euros), de acordo com a previsão do Governo.

Os números, compilados hoje pela Lusa, resultado da proposta de lei do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2018, em discussão na Assembleia Nacional até fevereiro, representam um aumento de quase 2% face ao orçamentado para 2017, que foi de 1,708 biliões de kwanzas (7.700 milhões de euros) em impostos não petrolíferos.

Contudo, a meta não terá sido cumprida no ano passado, com o Governo angolano a reconhecer no documento de balanço macro-fiscal 2014-2018, no que toca às projeções de fecho de 2017, que terá cobrado em todo o ano pouco mais de 1,240 biliões de kwanzas (5.580 milhões de euros) em impostos fora do setor petrolífero.
(Com a LUSA)
 
 
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *