Connect with us

Sociedade

Cobertura agrícola faz jornalistas percorrem o país em 30 dias por estradas

Published

on

Jornalistas de vários órgãos nacionais vão, a partir do dia 01 de Março, participar de uma digressão jornalística de mais de quatro mil quilómetros a reportar as potencialidades agrícolas em oito províncias, para o processo de diversificação da economia angolana, numa iniciativa da rádio Luanda Antena Comercial (LAC), por um período de cerca de 30 dias.

Mais de 20 jornalistas da Rádio Nacional de Angola, TPA, Jornal de Angola, TV Zimbo, ZAP, Novo Jornal, Expansão, entre outros, iniciam na próxima segunda-feira, 1 de Março, uma digressão jornalística de mais de quatro mil quilómetros, a visitar projectos agrícolas nas regiões do Uíge, Malanje, Cuanza Norte, Cuanza Sul, Huambo, Bié, Huila e Benguela, para a terceira edição do projecto “Andar o país”, iniciativa da LAC – Luanda Antena Comercial.

O mentor e coordenador, José Rodrigues, disse ao Correio da Kianda, que pretendem, com esta terceira edição, romper “as artificiais fronteiras que, por imperativo da concorrência, tendem a dividir os jornalistas”, ao afirmar que os jornalistas que participam da digressão são livres na escolha de assuntos e ângulos a abordar, durante os 30 dias do projecto. “O que se quer é apenas organizar o percurso dos jornalistas, mas cada um é livre de escolher o que vai retratar”, disse.

O também director de Informação daquela estação radiofónica avançou que, quanto mais unidos nos propósitos e na diversidade informativa e no pluralismo, melhor será o serviço público e mais democrática será a imprensa.

Esta terceira edição da iniciativa é dedicada à agricultura como factor do desenvolvimento, no quadro da diversificação da economia. A primeira edição teve lugar em 2007 e a segunda em Setembro de 2019.

“Andar o país” é uma grande reportagem, iniciativa da Rádio LAC, com vista a retratar o desenvolvimento sócio-económico do país. A rádio Luanda Antena Comercial é uma rádio privada, fundada em 1992. Tem como directora geral, Luisa Fançony, e José Rodrigues como director de Informação.