Connect with us

Politica

CNJ solicita suspensão da candidatura de Isaías Kalunga

Redação

Published

on

A direcção cessante do Conselho Nacional de Juventude solicitou à Comissão Eleitoral a suspensão da candidatura do representante da Associação UNE-Angola, ao cadeirão máximo daquela agremiação juvenil, excepto se trocar o representante na sua candidatura e comprovar o pagamento das quotas referentes aos quatro anos de mandatos.

Em causa está a aprovação da candidatura da Associação UNE-Angola, liderada por Isaías Domingos Mateus “Kalunga”, como candidato único à liderança do CNJ.

De acordo com a direcção cessante do Conselho Nacional de Juventude, em nota de esclarecimento enviada ao Correio da Kianda, a UNE-Angola não solicitou a substituição do seu representante, que foi eleito a nível do Conselho Provincial de Juventude de Luanda.

“A mesma Associação concorreu a sua própria sucessão, nas eleições realizadas no dia 13 de Junho de 2020, em Viana, no âmbito do processo Orgânico de Renovação de Mandatos nos Conselhos Provinciais de Juventude, cujos órgãos sociais ainda não tomaram posse em conformidade do processo ainda não ter sido homologado, e tem como representante eleito naquele órgão o jovem Isaías Mateus”, diz a nota.

Durante conferência de imprensa, realizada na Casa da Juventude em Viana, no dia 05 de Agosto, o coordenador da comissão eleitoral, Artur Sapalo, validou a candidatura da Associação UNE-Angola, encabeçada por Isaías Domingos Mateus e invalidou a candidatura da Brigada de Literatura, encabeçada pelo jovem Mário Jelson dos Santos Lourenço, por irregularidade e insuficiências de assinaturas.

Segundo o coordenador da comissão eleitoral, para além da insuficiência de assinatura, a subscrição do candidato da Brigada Jovem de Literatura foi rejeitada também devido a demarcação da organização ao candidato e por este não fazer parte da organização.

Com isso, Isaías Domingos Mateus “Kalunga”, que agora tem a sua candidatura suspensa, era, até então, candidato único à liderança do Conselho Nacional de Juventude, cuja eleição irá decorrer no próximo dia 27 de Agosto.

“A Comissão Eleitoral deve, no cumprimento do seu dever, manter o princípio da transparência e legalidade, ciente que o rigor no cumprimento das normas estatutárias deve ser a base dum trabalho que se quer digno de valorização”, diz a nota assinada pelo seu presidente, António Francisco Mateus.

Isaías “Kalunga” é candidato único à liderança do CNJ

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (74)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (14)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD