Connect with us

Politica

CNJ afirma que JURA continua naquele órgão, mocidade da UNITA nega

Published

on

Continua o dito por não dito, sobre alegada saída da JURA do Conselho Nacional da Juventude. A informação foi actualizada hoje à Rádio Correio da Kianda pelo Secretário de Comunicação e Marketing da Juventude da UNITA.

Buca Tanda disse que a decisão resulta do último Congresso da mocidade do galo negro e o CNJ foi notificado sobre a medida.

O também porta-voz da JURA esclarece que os representantes da organização político-juvenil há muito deixaram de participar nas assembleias do CNJ à todos os níveis.

Por sua vez, o Vice-Presidente do Conselho Nacional da Juventude disse que a JURA até agora não formalizou a sua saída daquele órgão, que junta todas as franjas da juventude angolana, em cumprimento ao anúncio feito pelo seu líder Nelito Ekuikui nos órgãos de comunicação social.

Sebastião Maurício disse, por outro lado, que respeita a intenção da juventude da UNITA, mas espera que formalize em acto administrativo.

E o presidente do MEA, Francisco Teixeira, entende que “o CNJ é um das melhores organizações que Angola tem, por isso defende a sua despartidarização”.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.