Connect with us

Politica

CNE vai destruir material obsoleto das eleições de 2022

Published

on

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) vai proceder nesta sexta-feira, 06, a destruição do material obsoleto das eleições de 2022, em cumprimento ao que está plasmado na Lei n°36/11, de 21 de Dezembro.

O acto de incineração segundo a nota a qual o Correio da Kianda teve acesso, vai ter lugar na fornalha da Nova Cimangola, via expressa Viana/Cacuaco, estrada Candelabro, km 13.

O comunicado adianta ainda que o acto será dirigido pelo seu Presidente, Manuel da Silva.

No dia 29 de Agosto de 2022, a CNE confirmou que o MPLA venceu as eleições presidenciais com 3,209.429 milhões dos votos (51,17%), o que permitiu que o partido continue no poder – agora, com 124 deputados.

O segundo partido mais votado foi a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), que teve 2,756.786 votos (43,95%). O partido de Adalberto Costa Júnior ficou com 90 deputados.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Tomatala

    06/10/2023 at 6:28 am

    Porquê a precipitação em destruírem as provas? Deveriam ser conservados num arquivo nem que fosse por séculos. Os homens passam, as instituições com a história, NÃO.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *