Connect with us

Eleições 2022

CNE: Reposto material eleitoral destruído em queda de Helicóptero

Published

on

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) efectuou, esta segunda-feira, a reposição do material eleitoral destruído com o despenhamento do helicóptero MI-171SH, da Força Aérea Nacional (FAN), na comuna do Lóvua, município do Alto Zambeze naprovíncia do Moxico.

A informação foi prestada hoje, terça-feira, à ANGOP, pelo presidente da Comissão Municipal Eleitoral (CME) do Alto Zambeze, José Augusto, afirmando que todo o material eleitoral e os agentes que vão assegurar o processo já se encontram na comuna do Lóvua, que dista 79 quilómetros do Cazombo (capital do município do Alto Zambeze).

Na altura do despenhamento, o helicóptero transportava material eleitoral, entre os quais mesas, cadeiras, boletins, cabines coletes e urnas, que ficou totalmente destruído, devido a queda do aparelho, que causou quatro feridos, entre os seus 15 ocupantes, todos já com alta hospitalar.

O município do Alto Zambeze, que dista 519 quilómetros do Luena, capital da província do Moxico, tem mais de 56 mil eleitores distribuídos nas comunas de Cavungo, Caianda, Lumbala-Kaquengue, Macondo e Lóvua.

Três mil 752 pessoas vão integrar as 599 Assembleias e 938 mesas de voto, em toda a província, nas eleições que acontecem esta quarta-feira (24), sendo que 938 delegados de lista e igual número de suplentes já foram credenciados para fiscalizar o processo eleitoral.

No Moxico espera-se a participação de mais de 416 mil eleitores.

Concorrem ao pleito eleitoral os partidos MPLA, UNITA, PRS, FNLA, APN, PHA e P-NJANGO e a coligação CASA-CE.