Connect with us

Desporto

Clima continua tenso na equipa principal de futebol do 1º de Agosto

Published

on

Os jogadores do primeiro de Agosto mantêm o braço de ferro com a direcção do clube, exigindo o pagamento de dois meses de salários em atraso como condição para regressar aos treinos, de acordo com uma fonte da Rádio Correio da Kianda.

Após o jogo de acerto de calendário da 11ª jornada com a Académica do Lobito, que se saldou num empate sem golos, no Estádio França Ndalu, no passado dia 13 do corrente, o plantel às ordens de Filipe Nzanza, não retomou as sessões de treino. Antes de defrontar os estudantes, os atletas já haviam entrado em greve, que durou apenas um dia.

A quatro dias para a realização das eleições no clube militar, os jogadores desejam que a actual situação tenha um rumo diferente para que possam estar em condições de dar o melhor em prol da equipa. Apesar de entrar sempre com objectivo de lutar para o título, os agostinos estão cada vez mais distantes dos lugares cimeiros.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.