Connect with us

Cultura

Cidade do Dundo acolhe primeira edição do Festival Regional de Música e Dança Tradicional

Published

on

A cidade do Dundo acolhe no próximo dia 25 de junho, a primeira do Festival Regional de Música e Dança Tradicional onde participam grupos representantes das Lundas Norte e Sul, bem como Moxico.

O festival está enquadrado na responsabilidade social, em prol da preservação e valorização da cultura nacional, da Sociedade Mineira de Catoca, com o apoio dos governos provinciais da Lunda Norte, Lunda Sul e Moxico, e terá lugar no largo no Largo Dr. António Agostinho Neto na cidade do Dundo.

Cada província far-se-á representar com três grupos, compostos de doze elementos cada um, afirmou ontem, em conferência de imprensa, realizada no Hotel Diamante, no Dundo, o Coordenador do Projecto, Sociedade Mineira de Catoca, Pedro Capumba.

O responsável disse que evento serve para o resgaste, preservação e valorização da cultura nacional, sobretudo da região Leste de Angola.

Apesar de não ser competitivo, o evento passará a periodicidade anual, servindo igualmente de incentivo e promoção do trabalho dos fazedores de arte, nas disciplinas de música e dança tradicional.

Pedro Capumba referiu que este festival vem reafirmar o contributo da Sociedade Mineira de Catoca no desenvolvimento social.

“Acreditamos que desta forma a Sociedade Mineira de Catoca está a contribuir no resgate, preservação e valorização da cultura nacional, promovendo também o diálogo cultural entre diferentes gerações. E fazemos isso porque acreditamos que as nossas raízes culturais, familiares, sociais, são as características que nos distinguem dos demais e nos dão uma identidade de povo, de nação, exercendo uma importante influência sobre o desenvolvimento social”, Pedro Capumba.

O Festival de Dança e Música Tradicional, a nível do Leste de Angola, conta com o importante apoio dos governos provinciais da Lunda Norte, Lunda Sul e Moxico e pretende tornar-se uma referência em termos de eventos culturais do País, podendo atrair participantes de toda Angola, e muito provavelmente de outros países da África Subsaariana, principalmente dos países fronteiriços.

A província de Moxico far-se-á representar pelos grupos Komokenu, Hatchilimwene, Habiude Mãe Grande. A Lunda Sul será representada pelo Tchako Tchyetu-Luari, Grupo Komokenu-Muconda, Makopo-Dala e, por sua vez, a Lunda Norte tem como representantes os grupos Akishi tchyanda, Seha wesseke e o Grupo Tchako tchyetu tcha utchikwe. No total, está prevista a participação de 108 artistas, distribuídos em nove grupos, em representação das três províncias.

 Para a assistir o festival, estão criadas as condições para uma plateia de cerca de mil participantes, com entradas livres.

Sobre A Sociedade Mineira De Catoca

Localizada na Província da Lunda Sul, a Sociedade Mineira de Catoca é a quarta maior mina do mundo, explorada a céu aberto, responsável por mais de 80% da produção de diamantes do País. Hoje, com 27 anos de existência, Catoca é a empresa que mais gera empregos no sector privado do Leste de Angola, com mais de 5.000 empregos directos e indirectos.