Connect with us

Ciência & Tecnologia

Cidade chinesa de Changsha terá táxis de condução autônoma no segundo semestre

Published

on

Táxis de condução autônoma devem chegar às ruas de Changsha no segundo semestre de 2019 graças à cooperação entre essa cidade no centro da China e o gigante chinês de inteligência artificial Baidu.

“Vamos garantir que os primeiros 100 táxis de condução autônoma comecem a operação de teste em Changsha até o fim deste ano”, disse Zhu Jian, vice-chefe do Partido Comunista da China em Changsha.

O Baidu e duas empresas locais estabeleceram uma joint-venture na semana passada para ajudar a promover o projeto, após assinarem, em outubro de 2018, um acordo estratégico para transformar Changsha em uma cidade de demonstração para condução autônoma.

A capital da Província de Hunan é pioneira no desenvolvimento de veículos conectados inteligentes (ICV, em inglês), construindo uma zona de teste de ICV nacional e uma cadeia industrial bastante sólida.

O Baidu tem investido pesado na condução autônoma nos últimos anos. Em 2017 lançou a plataforma aberta Apollo para coordenar os esforços transectoriais na condução autônoma. Foram concedidas mais de 50 licenças para teste de veículos de condução autônoma em ruas de cidades como Beijing, Tianjin, Chongqing, Changsha e Baoding.

O desenvolvimento de ICV tem três fases, nomeadamente infraestrutura conectada, estacionamento autônomo e operação sem motorista, segundo o CEO do Baidu, Robin Li.

 

Xinhua

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *