Connect with us

Sociedade

Cidadão tira a própria vida por alegado atraso de salário

Published

on

Um cidadão de 39 anos enforcou-se este domingo, 23, no interior da sua casa em Menongue, província do Cuando Cubango.

Em declarações hoje, 24, à Rádio Correio da Kianda, Maria Imaculada, esposa do malogrado, disse que de um tempo a esta parte, o mesmo tem vindo anunciar a pretensão de pôr termo à sua vida, por alegadamente registar atraso no pagamento do seu ordenado por parte de uma empresa privada de construção civil onde trabalhava no município de Mavinga.

Segundo conta, nos últimos dois dias, o comportamento do esposo parecia fora do normal, tendo inclusive ligado para os seus parentes, no sentido destes não responsabilizarem a esposa, pela sua morte, uma vez que era seu desejo partir para outra dimensão da vida.

Na noite do sucedido, o mesmo pediu que a esposa abandonasse a casa, para não ser cúmplice da sua morte. Imaculada, recusou-se, tendo gerado uma discussão entre os dois. Sob ameaça de morte a mesma foi obrigada a fugir para casa do tio do malogrado onde passou a noite, oportunidade aproveitada para o mesmo cometer o suicídio.

O porta-voz em exercício do SIC naquela província, Francisco Calei, diz que diligências decorrem para apurar outras possíveis causas.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.