Connect with us

Sociedade

Cidadão suicida-se após matar a esposa por lhe ter traido

Published

on

Um cidadão de 39 anos de idade suicidou-se, no município de Caconda, província da Huíla, após ter espancando a sua esposa até à morte, por alegada traição, informou hoje, sexta-feira, no Lubango, o porta-voz em exercício da Policia Nacional na Huíla, inspector-chefe Luís Filipe Zilungo.

O responsável que falava à margem das ocorrências da semana, informou que o homicídio ocorreu no município de Caconda, por volta das 21 horas, no interior de uma residência, na aldeia de Lele, alegando que a vítima o traia há algum tempo.

Salientou que no mesmo período registou-se mais dois homicídios, com recursos a instrumentos cortantes (faca e flecha), ocorridos na via pública, nos municípios da Chibia e Humpata, resultante da divisão de valores monetários e comercialização de frutas (pêra).

Na vertente dos acidentes de viação, o porta-voz referiu que ocorreram 31, resultaram em cinco mortos e 28 feridos, com um aumento de oito em relação a semana anterior, em que caracterizaram-se em seis atropelamentos, oito despistes, oito colisões entre motociclos e nove colisões entre automóveis.

Quanto à causa, Luís Filipe Zilungo destacou o excesso de velocidade, avaria técnica, ultrapassagem irregular e a não cedência de prioridade de passagem nas motivações dos acidentes que sucederam nos municípios do Lubango (19), Quipungo (cinco), Humpata (três), Chibia, Caluquembe, Gambos e Cacula com um para cada.

No âmbito da fiscalização e regularização do trânsito, foram aplicadas 153 multas por diversas infracções ao código de estrada e legislação complementar, com a retenção de 32 veículos automóveis, 11 motociclos, 104 cartas de condução e 49 livretes.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *