Connect with us

Sociedade

Cidadão morto à facada por comparsa em Caluquembe

Published

on

Um cidadão, de 31 anos, foi morto à facada, no fim-de-semana, pelo seu comparsa, da mesma idade, após desentendimentos entre ambos, resultantes da divisão de dinheiro da venda de cabritos que haviam furtado, deu a conhecer hoje (segunda-feira) o porta-voz do Comando da Policia Nacional em exercício , Luís Filipe Zilungo, à margem das ocorrências das últimas 72 horas.

Em declarações à Angop, Luís Filipe Zilungo, afirmou que o suspeito, já identificado, ainda está a monte, tendo informado que o crime ocorreu no interior de uma residência, e na tentativa de dividirem os valores, resultantes da venda dos cabritos roubados, os comparsas desentenderam-se, um deles desferiu um golpe na região toráxica do lado esquerdo da vítima, causando a sua morte imediata, segundo testemunhas que contaram à Polícia.

A fonte fez saber que, no período em referência, a Polícia registou, ainda, um caso de violação, no Lubango, de que foi vítima uma menor de 13 anos, cujos autores (dois) ainda não foram identificados.

A vítima, que padece de perturbações mentais, recebe assistência na maternidade do Lubango.

No período em referência, foram registados 28 crimes de natureza diversa, mais oito em relação ao período anterior, dos quais onze foram esclarecidos, com treze detidos como presumíveis autores, menos três em relação ao período anterior.

Sublinhou que, dos crimes, 15 aconteceram no município do Lubango, quatro em Caluquembe, dois na Humpata, dois em Chicomba, dois em Caconda, um no Cuvango, um no Quipungo e um na Matala.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *