Connect with us

Crime

Cidadão faz empréstimo de três milhões de kwanzas e como garantia entrega passe do SIC

Published

on

O Serviço de Investigação Criminal, através da sua Direcção Central de combate ao crime Organizado, mediante denúncia, deteve em flagrante delito um cidadão nacional, de 32 anos de idade, identificado por Dário Augusto Silvestre, por factos que configuram os crimes de falsificação de documentos, extorsão, corrupção e roubo, consubstanciado no facto deste ter falsificado um passe do SIC e actuar como se de agente de autoridade se tratasse.

De acordo com o Director Nacional de Comunicação Institucional e Imprensa do SIC-Geral, Manuel Alaiwa,  o cidadão ora detido, solicitou um empréstimo de 3.500.000,00 de kwanzas, no mês de Julho, e no momento da recepção do valor entregou,  como garantia do compromisso,  uma cópia do passe de serviço do SIC,  falsa.

Feita a verificação, referiu o oficial de investigação,  e comprovado tratar-se de um documento falso, o SIC despoletou acções operacionais que culminaram com a detenção deste,  em flagrante delito, na localidade do Morro Bento, município de Luanda.

Segundo o também porta do Serviço de Investigação Criminal,  aquele orgão de investigação criminal apurou,  que o cidadão em causa, usando o passe, actuava como se de efectivo  do SIC se tratasse, realizando detenções, que culminavam com acções de extorsão e corrupção, fazendo disso o seu modo de vida, pois nunca trabalhou em nenhuma instituição pública ou privada.

Face a gravidade da conduta, conclui, aliado ao facto do seu envolvimento em grupos organizados que se fazem passar por agentes de autoridade para realizar assaltos, violações, entre outros crimes, o cidadão ora detido será presente ao Ministério Público e na sequência ao Juiz de Garantias para ulteriores trâmites processuais.