Connect with us

Recent

Cidadão espanca esposa por ter filho marginal

Published

on

Domingas da Costa, de 42 anos, tem sido vítima do esposo, diariamente, por ter um filho, fruto de uma anterior relação, que anda em maus caminhos e muito cedo conheceu o mundo da delinquência. Hoje com 11 anos, o rapaz é estudante da 2ª classe apenas.

A mãe conta que o filho quase já foi morto pela vizinhança, quando este roubou uma botija de gás butano e no momento da abordagem torceu o braço e teve de usar gesso.

Meses depois a criança furtou em casa de outra vizinha vinte mil Kwanzas, como devolução a mãe do pequeno teve de entregar o fogão de casa à vítima.

A situação resultou nos espancamentos diários a que Minga, como é tratada, tem sido submetida. “Nesse momento estou a sofrer, meu marido bate-me frequentemente porquê tenho um filho marginal, ele rouba e, quando vêm buscar os bens, meu esposo me bate até sangrar. Estou com sinais devido os socos que ele deferiu no meu rosto”, confessou, em entrevista ao CORREIO DA KIANDA, acrescentando que precisa de ajuda urgente para o filho, que as pessoas dizem estar possuído por espíritos do mal.

A cidadã receia que o filho seja morto nas suas andanças, uma vez que tem escapado, às vezes, graças a intervenção dos vizinhos, que reconhecem o menino e apaziguam as represálias.

Indagada se tem procurado ajuda da Polícia Nacional, face ao espancamento que sofre, disse ter receio de ser morta pelo esposo, uma vez que o mesmo já esteve preso por assalto a empresa em que trabalhava. Não quer ir outra vez na cadeia, pois têm quatro filhos em comum que precisam do sustento do progenitor, já que ela encontra-se desempregada.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas