Connect with us

Sociedade

Cidadão em Luanda mata passageiro no táxi por reclamar falta de conforto

Published

on

Quatro cidadãos, com idades compreendidas entre os vinte e sessenta anos de idade, acusados de crimes diversos, foram na semana finda detidos pelo SIC.

Dentre os quatro, agora detidos, o destaque recai para um dos cidadãos que durante a passagem de ano, no interior de um táxi, que fazia a rota Kimbango – Bakita Cosse, no município do Kilamba Kiaxi, efectuou disparos na cabeça, contra um passageiro, por, alegadamente, este ter reclamado falta de conforto.

De acordo com o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal em Luanda, Fernando de Carvalho, a data dos factos, que ocorreu por volta das zero horas do 01 de Janeiro do corrente ano, no bairro Sapú, trajecto entre o Kimbango ao Bakita Cosse, a vítima, de 21 anos de idade, identificado por José Pedro José, após ter entrado no táxi onde já se encontrava o suposto homicida, pediu aos demais passageiros que encostassem mais um pouco, uma vez que sentia-se apertado e desconfortável.

O suposto homicida terá sido o único no meio dos outros, que sentindo-se ofendido pela reclamação, de seguida, por alegadamente não ter gostado das palavras, empunhou uma pistola de marca Star, e efectuou um disparo na cabeça do seu colega de viagem, que reclamou conforto no táxi. Diligências feitas pelo Serviço de Investigação Criminal, culminaram com a detenção do mesmo.