Connect with us

Sociedade

Cidadã detida suspeita do assassinato de dois jovens

Published

on

O Departamento de Investigação de Ilícitos Penais deteve recentemente, em Benguela, uma cidadã de 39 anos de idade, suspeita de ser a autora da morte de dois jovens.

De acordo com o director de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério do Interior naquela província, superintendente-chefe Pinto Caimbambo, os jovens em causa terão sido atraídos pela suspeita à obra, onde posteriormente foram trancados e espancados.

As vítimas tinham entre 23 e 24 anos de idade, respectivamente, e prestavam serviço de vigilância numa obra pertença desta cidadã, localizada no bairro da Fronteira, onde, alegadamente, terão sido furtadas dez janelas de caixilharia.

Segundo apurou o trabalho investigativo, não satisfeita com a tortura, a acusada terá jogado gasolina às vítimas e ateado fogo.

Em consequência deste acto, adiantou o porta-voz, as vítimas foram socorridas para o Hospital Geral de Benguela, mas uma não resistiu às lesões e queimaduras, acabando por falecer horas depois (sábado), enquanto a outra acabou por morrer no domingo.

Segundo o porta-voz, embora a suposta homicida goze da presunção de inocência, diligências prosseguem para apurar o possível envolvimento de mais cidadãos na prática destes crimes.

Colunistas