Connect with us

Sociedade

Cidadã acusada de matar um homem por alegadamente ser feiticeiro

Published

on

Uma cidadã, de 48 anos de idade, foi detida pela Polícia Nacional acusada de espancar até a morte um cidadão com a mesma idade, por supostamente ser o responsável da doença da sua mãe, no município de Quipungo, província da Huíla.

A informação foi avançada esta quinta-feira, 22, pelo porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional na Huíla, Inspector Benedito Walter, tendo dito que o facto ocorreu quando a suspeita acusava a vítima de ser a razão da doença da sua mãe, por, segundo a mesma, este ser “feiticeiro”.

Em acto contínuo, segundo disse a fonte, em companhia de dois parentes, dirigiram-se a casa da vítima com instrumentos contundentes “paus” e agrediram o acusado.

Relatou, que os familiares e vizinhos ainda tentaram socorrer a vítima, levando-a à um posto médico daquela região, onde acabou por perder a vida horas depois.

A acusada já está detida e será presente ao Ministério Público.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.