Connect with us

Mundo

Chuvas matam mais de 300 pessoas no Quénia

Published

on

Pelo menos 315 pessoas morreram devido às fortes chuvas que atingem o Quénia desde Março e que provocaram graves inundações, informou hoje o Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários das Nações Unidas (OCHA).

O anterior balanço apontava para 291 mortos. De acordo com um relatório em que o OCHA cita dados do Centro Nacional de Operações de Catástrofes do Quénia (NDOC), as fortes chuvas afetaram mais de 300.000 pessoas entre 01 de Março e 18 de Junho.

Destas, mais de 290.000 pessoas foram deslocadas e 188 ficaram feridas, enquanto 38 continuam desaparecidas.

Pelo menos 81 campos de deslocados permanecem operacionais, acolhendo cerca de 54.000 pessoas, segundo a Cruz Vermelha queniana.

De acordo com o Departamento Meteorológico do Quénia são ainda esperadas “chuvas acima da média” entre junho e agosto em algumas zonas, como a bacia do Lago Vitória ou o Vale do Rift, no oeste e noroeste do país.