Connect with us

Sociedade

Chuvas deixam mais de 470 pessoas desalojadas no Cuando Cubango

Published

on

Mais de 470 pessoas estão ao relento desde a última quarta-feira, 20, nos municípios de Dirico e Calai, na província do Cuando Cubando, em consequência das chuvas acompanhadas de rajadas de vento, registadas nestas localidades.

Várias residências ficaram destruídas e três pessoas estão feridas com gravidade. Trata-se da primeira chuva da época que deixou destruídas e danificadas parcialmente 94 residências, três igrejas e igual número de postes de média tensão e, consequentemente, corte do fornecimento de energia eléctrica aos habitantes da sede municipal de Dirico.

De acordo com o porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros do Cuando Cubango, Albano Cutarica, em consequência da acção da chuva, as três pessoas que ficaram feridas estão a receber cuidados médicos no hospital municipal do Dirico.

Albano Cutarica referiu ainda que muitas destas famílias foram desalojadas o ano passado e apoiadas com materiais de construção, porém, as mesmas insistem em permanecer em zonas de risco.

O técnico de meteorologia do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica, Domingos Pedro, prevê uma baixa probabilidade de ocorrência de precipitação naquelas localidades.

O INAMET prevê ainda chuvas fracas e moderadas, com probabilidade de ocorrência de trovoadas em alguns municípios das províncias do Uíge, Malanje, Cuanza Sul, Cuanza Norte, assim como a previsão de chuvas fracas para Luanda e Cabinda.

Colunistas