Connect with us

Sociedade

Chuva em Luanda deixa estradas intransitáveis, bairros inundados e ruas sem acesso

Published

on

A chuva que se abateu na noite desta quinta-feira, 12, com início no princípio da tarde, provocou danos em várias artérias dos bairros periféricos da cidade capital, com ruas secundárias e terciárias intransitáveis, provocando a diminuição da circulação de táxis.

Em consequência disso, muitas pessoas, entre trabalhadores e estudantes, deixaram de sair de casa para ir ao trabalho e escolas, devido ao facto das ruas estarem intransitáveis. Foi o cenário constatado pela equipa do Correio da Kianda nas primeiras horas desta sexta-feira, 13, em bairros do distrito do Zango e vila sede de Viana.

A chuva intensa deixou algumas zonas periféricas intransitáveis, como a estrada da comarca de Viana à Estalagem, outras com acesso deficiente e com muita lama à mistura. Para além de ter deixado Luanda incaracterística, criou mais ravinas no Zango, próximas a famosa “Vala da morte”.

O mesmo cenário verificou-se na estrada “Fidel de Castro Rus” também conhecida por Via Expressa. As águas da chuva arrastaram muita areia para a estrada, deixando os automobilistas sem margem para manobras.

Com as paragens cheias, taxistas que circulam em algumas zonas da periferia para o centro da cidade de Luanda, decidiram encurtar as rotas, devido as dificuldades na circulação rodoviária causadas pelas chuvas desta madrugada, que tiveram início na tarde de ontem.

As primeiras horas desta sexta-feira, 13, a fotografia nas paragens eram de enchentes, de pessoas a espera de táxi ou de autocarro para irem ao trabalho.