Connect with us

Lifestyle

Chocolate pode acabar em trinta anos devido às mudanças climáticas

Published

on

As árvores de cacau crescem em climas húmidos, em zonas como florestas tropicais, necessitando de chuvadas para se desenvolver.

Mas com a ameaça de temperaturas cada vez mais elevadas ao longo dos próximos 30 anos, os cientistas receiam que haja uma perda de humidade que não será recuperada com chuva.

Uma subida das temperaturas de apenas 2,1ºC ao longo dos próximos anos, causada pelo aquecimento global, pode significar o fim da industria mundial do chocolate, explica o jornal Mirror, citando a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos.

Os agricultores de países como a Costa do Marfim ou o Gana, que são países produtores de mais de metade do chocolate consumido mundialmente, enfrentam agora a decisão de mudar as áreas de produção de cacau para zonas de terreno montanhoso, zonas preservadas para a vida selvagem.

Mas uma mudança desse género ameaça destruir os seus ecossistemas, já de si moribundos. 

Um consumidor típico come em média 286 barras de chocolate por ano, para as quais são precisas plantar 10 árvores de cacau, para produzir o cacau e  manteiga, os ingredientes chave para fazer chocolate.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (31)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (27)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (91)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (23)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania