Connect with us

Politica

China: PR inicia visita de Estado

Published

on

O Presidente da República, João Lourenço, inicia, nesta terça-feira, na cidade de Beijing, a sua primeira visita de Estado à República Popular da China, desde a sua investidura no cargo, em 2017.

O Chefe de Estado, que chegou à capital chinesa segunda-feira, acompanhado da primeira-dama, Ana Dias Lourenço, procura, nessa missão, empreender novo fôlego à cooperação, sobretudo no domínio económico.

Entre os vários assuntos agendados, o destaque recai para a assinatura de quatro novos instrumentos jurídicos, dos quais três acordos e um memorando de entendimento.

A missão deve ser “selada” com a assinatura de um Acordo para Evitar a Dupla Tributação, outro de Cooperação Económica e Técnica, e um terceiro sobre a Linha de Crédito entre o Banco de Desenvolvimento da China e o Ministério das Finanças, além de um Memorando de Entendimento sobre os Recursos Humanos.

Em causa está o aprofundamento da parceria estratégica entre os dois países, que já resultou na abertura de linhas de crédito num valor estimado de 23 mil milhões de dólares da China, atribuídos ao Governo Angolano, desde 2002.

A visita de João Lourenço ocorre num momento em que Angola procura recuperar os efeitos de uma profunda crise económica, que se iniciou em finais de 2014 e fez retrair gravemente as receitas do país.

Para colmatar os défices orçamentais e relançar os programas estruturantes, uma comitiva governamental volta à mesa de negociações com as autoridades da China, o principal financiador das infra-estruturas de Angola.

Nas últimas décadas, Angola passou a ser o terceiro maior parceiro comercial do considerado “gigante asiático” (tem a segunda maior economia do Mundo) em África, tendo no petróleo a sua principal “moeda de troca”.

Apesar de a visita ter forte pendor económico, o Presidente João Lourenço e a sua delegação vão também procurar, durante dois dias, reforçar a cooperação política e diplomática.

Para tal, prevê-se encontros com governantes e dirigentes, entre eles o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, e o presidente do Comité Permanente da Assembleia Popular Nacional da República Popular da China, Li Zhanshu.

A agenda de trabalhos prevê, igualmente, um banquete oficial, oferecido pelo Presidente da China, Xi Jimping.

De igual modo, estão previstos encontros entre João Lourenço e empresários locais, além de deslocações do Chefe de Estado angolano ao Centro Tecnológico da Huawei e a empreendimentos diversos na cidade de Tiajin.

Angola e a China mantêm relações diplomáticas desde 1983.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *