Connect with us

Politica

China espera que visita de João Lourenço impulsione relações bilaterais

Published

on

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China disse esta terça-feira, 12, que Pequim espera que a visita do presidente João Lourenço àquele país oriental impulsione as relações bilaterais.

Numa entrevista colectiva, Wang Wenbin, considerou que “a China espera que esta visita injecte um novo impulso no desenvolvimento geral e profundo das relações bilaterais e promova novos progressos em sua cooperação amigável”.

João Lourenço iniciou hoje viagem a China a convite do presidente Xi Jinping. Os ministros da Energia e Águas, Transportes, Agricultura, Finanças e Recursos Minerais, Petróleo e Gás integram a delegação presidencial.

Segundo a Secretaria de Imprensa da Presidência da República, a previsão é que João Lourenço fique três dias em território chinês, sexta-feira, sábado e domingo, numa visita que, segundo o comunicado, “tem como ponto mais alto um encontro com o presidente Xi Jinping no primeiro dia, destinado a abordar a estratégia futura das relações bilaterais”.

O Chefe de Estado angolano vai reunir, igualmente, com o primeiro-ministro chinês, Li Qiang, e o presidente da Assembleia Nacional Popular (Parlamento), Zhao Leji.

O programa destaca também a participação de João Lourenço num Fórum de Negócios, com o tema “Investimento em Angola no centro dos debates”.

“O estadista angolano irá conceder audiências a empresários chineses que já actuam no mercado nacional ou que queiram fazê-lo futuramente”, realça a nota, acrescentando que está igualmente agendado “um encontro com representantes da comunidade angolana na china”.

Para além de Beijing, a delegação angolana vai visitar a província de Xandong, onde “o presidente João Lourenço vai manter contactos com responsáveis dos sectores produtivos nos domínios da indústria têxtil, farmacêutica e agrícola”.