Connect with us

Mundo

China apoia África na construção conjunta do Cinturão e Rota, diz Xi

Published

on

A China apoia os países africanos na construção conjunta do Cinturão e Rota para compartilhar os resultados de ganhos recíprocos, disse o presidente Xi Jinping nesta segunda-feira ao discursar no Diálogo de Alto Nível entre Líderes e Representantes Comerciais Chineses e Africanos.

A China está pronta para fortalecer a cooperação abrangente com os países africanos para construir uma via de desenvolvimento de alta qualidade que seja adaptada às condições nacionais, inclusiva e benéfica para todos, disse Xi em seu discurso na reunião, também a Sexta Conferência de Empresários Chineses e Africanos.

Alcançar a prosperidade comum para as pessoas de todos os países, incluindo as africanas, é uma importante parte de construir uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade, assinalou Xi em seu discurso com o tema “avançar juntos para a prosperidade”.

“A África é, histórica e naturalmente, uma extensão do desenvolvimento do Cinturão e Rota e um importante participante na iniciativa.”

A China não atrela nenhuma condição política a seu investimento na África sob a Iniciativa do Cinturão e Rota nem interfere nos assuntos internos dos países africanos ou impõe suas demandas sobre outros, observou.

A cooperação China-África sob a iniciativa tem como alvo a infraestrutura inadequada e outras importantes restrições ao desenvolvimento da África, “com fundos a ser usados onde forem mais necessitados”, disse Xi.

Ele disse que o desenvolvimento conjunto do Cinturão e Rota pela China e África segue completamente as regras internacionais estabelecidas, observando que seu país está pronto para fortalecer a cooperação por terceira parte com qualquer país que tenha a capacidade e a intenção.

A China saúda os empresários do mundo, incluindo os da África, para investir e se desenvolver na China e incentiva os empresários chineses a explorar e desenvolver negócios na África, para promover juntos o Cinturão e Rota, enfatizou Xi.

Xinhua

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *