Connect with us

Sociedade

Cerca de 250 mil mulheres em Angola vivem com VIH

Published

on

Os dados foram avançados pelo presidente da ANASO, António Coelho, frisando que apesar de estudos ainda estarem a ser feitos para determinar o número real ou aproximado de casos, regista-se o aumento de pessoas com VIH/Sida, tendo defendido maior compromisso político e investimentos na área do combate à doença, para evitar a sua propagação nas comunidades.

O responsável, que falava durante a marcha contra o VIH/Sida, em alusão ao 1 de Dezembro, Dia Mundial de Luta contra a Doença, que aconteceu neste sábado, 25, teve como ponto de partida a Cidadela Desportiva e terminou na Praça da Família, disse que, actualmente, os dados da ANASO dependem de estimativas fornecidas pela ONU/Sida.

Acrescentou que o país continua com uma taxa de sero prevalência de dois por cento, existindo estimativas que dão conta que entre 190 a 250 mil mulheres vivem com VIH, bem como 35 a 40 mil crianças.

Segundo o presidente da ANASO, os dados apontam que, anualmente, regista-se uma média de 21 mil novo casos de Sida e 13.000 mortes causadas pela doença, em cinco anos.