Connect with us

Lifestyle

Cerâmica entra no prémio Ensa Arte na XVIª edição

Published

on

A 16ª edição do prémio Ensa Arte vai contemplar, em 2022. a disciplina de Cerâmica, em que os primeiros classificados de cada categoria vão receber da organização seis milhões de kwanzas, ao passo que os segundos classificados terão direito a 3,5 milhões de kwanzas.

São no total seis categorias em concurso, através das quais os artistas da pintura podem concorrer com obras inéditas, nomeadamente o Grande Prémio de Pintura, Grande Prémio de Escultura, o Prémio Juventude de Pintura, o Prémio juventude de Pintura, o Prémio da Alliance Française de Luanda e o Prémio especial de Cerâmica.

O Presidente do Conselho de Administração da Ensa, Carlos Soares, disse o Prémio ENSA ARTE visa contribuir para a promoção e divulgação da arte e cultura angolanas, e tem se esforçado para preservar um dos maiores acervos da história da arte angolana e os artistas plásticos que têm participado do prémio ENSA ARTE “têm contribuído para significativamente para a escrita dessa história na sua vertente contemporânea”.

Esclareceu ainda que o prémio é de âmbito nacional, com periodicidade bienal, destinados à jovens e conceituados artistas da pintura.

A decisão da inclusão da Cerâmica como uma categoria ao prémio, de acordo com o responsável, prende-se com o facto de a mesma estar a ter “sucesso transversal na cultura angolana”, que “certamente proporcionará a revolução de novos talentos”.

O Comissário da XVI edição do Concurso ENSA ARTE, Miguel Gonçalves, esclareceu que a introdução da Cerâmica visa dar oportunidade aos artistas que não têm tido oportunidade de ver avaliadas as suas obras produzidas a partir da argila.

O objectivo, esclareceu ainda, é explorar novas opções dentro das artes, ao contrário do padrão em que se destacava apenas a pintura.

“Há três edições para cá, que temos tentado inovar com a introdução de novas categorias para dar oportunidades à artistas de outras disciplinas das artes plásticas poderem concorrer, não estando só limitados à pintura e à escultura”, esclareceu.

O director Nacional da Cultura do ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, Euclides da Lomba, o Prémio representa Angola na cultura, tendo classificado como potencia, que no seu entender deve ser entregue aos criadores e fazedores de cultura.

Agnela Barros, da Alliançe Française de Luanda, disse que a participação daquela instituição de origens Francesa, visa estreitar e reforçar os laços de parceria com a ENSA, como parte da sua missão de preocupar-se com a cultura, aliada ao ensino da língua.

Com a abertura do concurso, os artistas podem apresentar os seus trabalhos à comissão de juri até 21 de Janeiro de 2022. A cerimónia de anuncio dos vencedor e entrega dos prémios terá lugar de Abril à maio no Museu da Moeda, em Luanda, onde estarão expostas.

Valor dos prémios

Para o primeiro classificado das categorias Pintura e Escultura a ENSA atribui o valor de seis milhões de Kwanzas cada, ao passo que os segundos classificados vão receber o valor de 3 milhões e 500 milhões de Kwanzas.

Na categoria Juventude, onde concorrem artistas de até 30 anos de idade até a data da inscrição, 1 milhão de Kwanzas e um quite de material de pintura ou de escultura.
Ao vencedor do prémio Especial Cerâmica vai ser atribuído o valor de 1 milhão e 500 mil Kwanzas.

Ao vencedor do prémio Alliance Française de Luanda terá directo a um curso de francês, de três meses, com todos os custos garantidos e uma residência artística por um período de 30 dias em França.

Ao concurso participam artistas nacionais, anónimos e conceituados, com obras inéditas, nunca antes apresentadas ao público, quer estejam a residir em Angola ou no exterior.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (31)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (27)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (91)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (23)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania