Connect with us

Lifestyle

CCBA: Ana Andrade vence concurso de textos de dramaturgia

Published

on

A comissão avaliadora do concurso de dramaturgia do projecto “Leituras Assistidas – Dramaturgia Contemporânea”, anunciou, nesta segunda-feira, 22, os textos e autores vencedores da iniciativa.

O primeiro prémio, no valor de 500 mil kwanzas, foi outorgado à escritora e actriz Ana Andrade, pelo texto “Largo da Peça”, uma peça em três actos, “sobre uma mãe que espera a volta do único filho ao lar, após a Independência de Angola, enquanto dramas familiares ressurgem do passado para compor o cenário de um futuro em que as estruturas estão a ruir, metaforizado na queda de um muro, como o retrato de um momento familiar e histórico singular”.

Ana Andrade, nascida em Benguela, tem em seu currículo larga experiência na cena teatral angolana, ligada desde 1987 ao Teatro Elinga, com passagem pelos grupos Tchingange (Luanda, 1974/75) e Xilenga (Luanda 1976/80), além do Teatro del Disgelo (Roma, Itália,1985/86). Além de receber o prémio de 500 mil kwanzas, seu texto “Largo da Peça” será publicado em livro digital, pelas Edições Handyman, e terá uma leitura pública no âmbito do projecto “Leituras Assistidas”.

O concurso de dramaturgia do projecto “Leituras Assistidas” é um estímulo à escrita original literária do género dramático em Angola. A iniciativa conta com apoio da Embaixada do Brasil e do Centro Cultural do Brasil em Angola (CCBA), em parceria com o Clube de Leitura da Mediateca do Cazenga (filiado à ReMA). A premiação acontece na sexta, 26, na Mediateca do Cazenga. O projecto é aberto oficialmente no sábado, 27, com a leitura de “Vaga Carne”, da brasileira Grace Passô.

Os textos classificados em segundo e terceiro lugar no concurso terão igualmente leituras públicas, com o pagamento de direitos autorais, e serão publicados nas páginas online do projecto “Leituras Assistidas”. São eles: “A Inauguração”, de Igor Fortes Gabriel, e “Um Cardume de Bagres para o Soba”, de Ngoma Usuku.

Trabalhos

“A Inauguração” trata de um grupo de amigos que comemora a abertura de um restaurante, enquanto verdades incómodas vêm à tona sobre suas relações amorosas e familiares, revelando-se a esperança de que encarar a verdade poderia ser uma redenção. Por sua vez, “Um Cardume de Bagres para o Soba” conta a história de um soba em crise, que busca restabelecer o comando de sua comunidade por meio do envio de emissários à procura do ‘peixe da paz’, que desapareceu, enquanto uma trama é urgida em segredo para destroná-lo.

A cerimónia de premiação acontece no dia 26 de Março, no teatro da Mediateca do Cazenga. A vencedora receberá o certificado e o prémio das mãos do Sr. Embaixador do Brasil, Rafael Vidal. Na sequência, haverá a apresentação da peça “A Lata”, de Diego Santos, com o Grupo Mulongi Ya Mbote. Todas as restrições de biossegurança ligadas à pandemia serão observadas. Os ingressos já estão esgotados.

No dia seguinte, 27 de Março, Dia Mundial do Teatro, o projecto “Leituras Assistidas – Dramaturgia Contemporânea” é aberto oficialmente na galeria do Centro Cultural do Brasil em Angola (CCBA). Em homenagem ao Mês da Mulher, a primeira leitura pública do projeto será a do texto “Vaga Carne”, da actriz, directora e dramaturga brasileira Grace Passô”. “Vaga Carne” cria um campo de jogo entre palavra e movimento, em que um corpo de mulher vive a urgência do discurso, à procura de suas identidades e de pertencimento. Uma voz errante invade esse corpo e narra o que sente enquanto sujeito, enquanto mulher, e narra também o que finge sentir, o que é insondável. Em função das restrições de biossegurança ligadas à pandemia, o espectáculo terá público de 50% da capacidade. Os ingressos já estão esgotados.

O projecto “Leituras Assistidas – Dramaturgia Contemporânea” constitui uma iniciativa de fomento à formação de plateia teatral e de estímulo à prática da leitura e da escrita original, premiando escritores naturais e residentes em Angola Em um sentido mais amplo, o projecto “Leituras Assistidas” procura contribuir para o enriquecimento do acervo de dramaturgia do país.

“Leituras Assistidas” é uma iniciativa do teatrólogo, escritor e artista plástico brasileiro Klaus Novais e do estudante angolano Dilson Maria, moderador do Clube de Leitura da Mediateca do Cazenga. Conta com apoio institucional e financeiro da Embaixada do Brasil e do Centro Cultural do Brasil em Angola (CCBA). Conta com apoio cultural da ReMA – Rede de Mediatecas de Angola e do Camões – Centro Cultural Português de Luanda, além das empresas parceiras Edições Handyman, Premium, Alpha Medic e Medlab.

Mais informações sobre o projecto e o concurso podem ser obtidas na página de Leituras Assistidas no Facebook.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (30)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (27)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (91)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (23)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania