Connect with us

Politica

Catamarãs voltam a transportar passageiros a partir de Janeiro, garante ministro

Published

on

Os catamarãs voltam a circular entre Luanda e Mussulo, entre Dezembro de 2021 e Janeiro de 2022, com os serviços de cabotagem de transporte de passageiros, depois de os meios terem estado cerca de dois anos parados. A garantia foi dada pelo Ministro dos Transportes, Ricardo Viegas D´Abreu, que falava à imprensa nesta segunda-feira, a margem da cerimónia de entrega dos meios por parte da Sonangol.

Ricardo D´Abreu disse que estão a ser criadas as condições infraestruturais e de segurança para que as embarcações iniciem as actividades, ao serviço das populações, com destaque para as obras de beneficiação no terminal de passageiros do Porto de Luanda.

O objectivo, segundo o governante, é proporcionar meios que ajudem as populações da capital a deslocar-se com segurança e comodidade, tendo aventado a possibilidade de se formalizar a actividade de transporte marítimo no país.

Além de Luanda, onde os catamarãs farão as ligações Luanda – Mussulo e Benfica, o ministro dos Transportes avançou ainda que o projecto poderá abranger as províncias de Benguela e Namibe, além de Cabinda, que pelas suas características, não tem ligação via terrestre, onde se pretende explorar a rota Luanda-Soyo-Cabinda.

O plano de operacionalização que está ser elaborado, vai incluir ainda o transporte de cargas, incluindo veículos, entre Luanda-Soyo-Cabinda, a partir do final do primeiro trimestre de 2022.

Em relação a tabela de preço o ministro disse que está em estudo, com outros departamentos ministeriais, incluindo o das Finanças, acrescentando que a província de Cabinda, pela sua configuração, deverá ter o valor bilhete de passagens diferente dos demais destinos dos catamarãs.

Foram no total seis Catamarãs, entregues pela Sonangol ao Ministério dos Transportes, depois de recuperados do Grupo China Sonangol, no ambito do programa de recuperação de activos constituídos com fundos públicos.

O Presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Sebastião Pai Querido, disse que a decisão de entregar os meios ao ministério dos Transportes é para contribuir para facilitar e melhorar as condições de de transportes no país.

O termo de entrega das seis embarcações foi assinado pelo Vogal da Unidade de Negócio de Trading & Shipping da Sonangol, João da Silva e pelo Coordenador da Comissão de Gestão da Cecil Marítima, João Martins, em representação do Ministério dos Transportes.

A governadora da Provincia de Luanda, que testemunhou o acto de entrega, disse que os catamarãs vêm reforçar o ganho de oferta de opções de transportes públicos na capital do país.

Características dos Catamarãs

Cada um tem 25 metros de cumprimentos, 9 metros de largura. Em termos de capacidade, a sua lotação máxima é de 350 passageiros, sendo 200 no interior e 150 na parte de exterior, além de seis tripulantes.

Em termos técnicos, os meios estão equipados com dois motores, de 1015 Quilowatts cada, um grupo gerador de 2 KVAs, ao passo que a energia é de 24 volts. A sua Velocidade máxima é de 28 nòs, e tem uma autonomia de cerca de 400 milhas náuticas.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Colunistas