Connect with us

Politica

Caso USD 900 milhões: São Vicente constituído arguido

Redação

Published

on

O antigo PCA da seguradora AAA, Carlos Manuel de São Vicente, foi constituído arguido sob termo de identidade e residência, após ser ouvido em primeiro interrogatório pela Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal da Procuradoria-Geral da República (PGR), nesta terça-feira, 15, soube o Correio da Kianda, através de fontes ligadas ao processo que vai arrolar altas figuras ligadas à Sonangol nos próximos dias.

O empresário, que foi ouvido por um período de três horas, está a ser investigado pelos crimes de peculato, branqueamento de capitais e tráfico de influências.

Há uma semana, o Serviço Nacional de Recuperação de Activos da PGR apreendeu 49% das participações sociais da accionista AAA Activos no Standard Bank de Angola, os três edifícios AAA e o edifício IRCA, sitos na Nova Marginal, e a rede de hotéis IU e IKA, todos localizados em Luanda.

A apreensão dos referidos imóveis é resultado das investigações que estão a ser feitas pela Procuradoria-Geral da República, em colaboração com as autoridades suíças, no âmbito de uma série de casos e negócios que envolvem a seguradora AAA, incluindo os USD 900 milhões bloqueados na Suíça.

PGR confisca edifícios 3A e hotéis IKA e IU pertencentes ao empresário São Vicente

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (74)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (14)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD