Connect with us

Politica

Casa Civil corrige lapso e anuncia mais uma exoneração na Casa de Segurança

Published

on

A Casa Civil do Presidente da República emitiu, hoje, um comunicado a anunciar a exoneração do Director do Gabinete de Estudos Estratégicos da Casa de Segurança, Daniel Mingas Casimiro.

De acordo com a nota da Casa Civil da Presidência da República, João Lourenço tomou a decisão nos termos da Lei de Defesa Nacional e das Forças Armadas, após ouvir o Conselho de Segurança Nacional.

Contudo, o Correio da Kianda sabe, de fontes ligadas à presidência, que Daniel Mingas Casimiro já havia sido exonerado juntamente com o grupo de cinco tenentes-generais e um brigadeiro, mas por “lapso”, o seu nome não constou na nota divulgada.

De acordo com a nossa fonte, desde a passada segunda-feira, 24, a entrada do até então Director do Gabinete de Estudos Estratégicos da Casa de Segurança do Presidente da República estava a ser barrada, assim como o aceso livre ao Palácio Presidencial, aos seis que haviam sido anunciados.

De recordar que os cincos tenentes-generais e o brigadeiro estão a ser investigados por suspeita de cometimento dos crimes de peculato, retenção de moeda, associação criminosa e outros, no mediático caso do “Major mais rico do mundo“.

Major bilionário possuía quase vinte malas com mais de USD dez milhões em casa