Connect with us

Eleições 2022

CASA-CE diz que não reconhece resultados das eleições de 24 de Agosto

Published

on

A Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral (CASA-CE) afirma, numa nota chegada à Redação do Correio da Kianda, que não reconhece os resultados eleitorais definitivos divulgados pela Comissão Nacional Eleitoral, nesta segunda-feira, dia 29 de agosto de 2022, “por não reflectirem a verdade eleitoral expressa nas urnas pelo povo soberano de Angola, no passado dia 24 de Agosto do corrente”.

A CASA-CE reitera, por outro lado que está em curso o competente processo de reclamação junto do órgão eleitoral e garante que vai esgotar nos termos da Constituição e da Lei todos os mecanismos legais para que seja, pela primeira vez, reposta a verdade eleitoral, em Angola.

“O Presidente da CASA-CE, companheiro Manuel Fernandes, deverá nos próximos tempos falar para Angola e os angolanos, em conferência de imprensa, não apenas sobre os actos desenvolvidos pela Coligação em prol da reposição da verdade eleitoral, como também de todo um conjunto de actos lesivo ao processo de votação, cujos resultados ferem gravemente a verdade eleitoral”, lê-se no documento saído do colégio Presidencial da coligação.

Aquela formação política caracteriza o actual contexto socio-político como “mais um momento difícil e desafiante para a democracia angolana e, para o povo soberano de Angola, razão pela qual apela, de forma reiterada, serenidade, coragem, firmeza e bom ânimo aos seus militantes e a todo povo angolano interessado na reposição da verdade e justeza eleitorais.

Lembrar que CASA-CE, que na legislatura 2017/2022 teve 16 Deputados na Assembleia Nacional, posicionando-se como a terceira formação mais votada das eleições de 2017, saiu em Sexto lugar, nas eleições de 24 de Agosto corrente, sem eleger qualquer Deputado.

Com essa posição, a CASA-CE junta-se à UNITA e ao PRS na lista dos partidos que não reconhecem os resultados anunciados pela CNE em que o MPLA de João Lourenço foi declarado o vencedor das quintas eleições pela quinta vez.