Connect with us

Politica

CASA-CE “dá ultimato” ao Bloco Democrático sobre participação na Frente Ampla da Oposição

Published

on

A forte ligação do actual presidente Filomeno Vieira Lopes, do ex-presidente Justino Pinto de Andrade e altos dirigentes do Bloco Democrático, com o antigo presidente da CASA-CE, Abel Epalanga Chivukuvuku, e a insistência permanência na “Tripartida”, são uma das razões que o colégio presidencial da segunda maior força política na oposição em Angola, deu, no último encontro que decorreu recentemente com os dirigentes dos bloquistas, um “ultimato” sobre a posição deste partido dentro da CASA-CE.

O Correio da Kianda soube, através de uma fonte ligada ao colégio presidencial da CASA-CE, que está a ser preparado para breve o anúncio que vai pôr fim na relação entre a Coligação e o partido Bloco Democrático, uma relação que teve início em 2017, em véspera das eleições gerais daquele ano, que por orientação do então presidente e actual  e coordenador do projecto político PRA-JA-Servir Angola, Abel Chivukuvuku, admitiu a inclusão do BD à CASA-CE, que estava em via de ser extinto, caso não participasse naquele pleito eleitoral.

A mesma fonte disse ainda, que a falta de um posicionamento do BD dentro da coligação, tem deixado os dirigentes desta formação política sem perceber o seu real papel. Alegação que levou aquele órgão político, a dar ultimato: se fica na CASA-CE ou fique simplesmente na Frente Ampla da Oposição, denominada “Tripartida”. Caso contrário, a coligação deverá anunciar que Bloco Democrático já não fará parte desta da CASA-CE.

Por outro lado, o nosso jornal soube de uma fonte bem posicionada do Bloco Democrático, que o partido liderado por Filomeno Vieira Lopes, vai reunir nesta sexta-feira, 06, o seu Conselho Político onde, de entre vários assuntos a serem discutidos, constam dois pontos fundamentais: “a posição dos membros na Tripartida e o futuro do partido dentro da coligação”.

A nossa fonte revelou ainda que, caso a Frente Ampla da Oposição venha a ser anunciada formalmente como um “ente”, conforme está previsto para este mês de Agosto, logo, o Bloco Democrático, irá romper com a CASA-CE, antes do que estava previsto, depois da tomada de posse de Filomeno Vieira Lopes, na última convenção deste partido realizado no mês passado, em que garantia que só deixaria a coligação liderada pelo Manuel Fernandes, em 2022, ano que termina o elo entre as partes.

De recordar que o Bloco de Democrático, entra na CASA-CE, em 2017, depois de várias negociações entre os membros do BD na altura liderados por Justino Pinto de Andrade e membros da CASA-CE, liderados por Abel Chivukuvuku, que em conjunto com o PDP-ANA, facilitou a admissão destes partidos que corriam risco de serem extintos dento da coligação.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (17)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (89)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania