Connect with us

Cultura

Carnaval do Huambo regressa à pista de dança com 44 grupos

Published

on

O desfile da fase provincial do Carnaval no Huambo regressa, este ano, à pista de dança com 44 grupos, entre infantis, tradicionais e de adultos, depois das limitações impostas pela Covid-19, soube a ANGOP, esta quarta-feira.

Trata-se de 13 grupos carnavalescos de adultos, 12 infantis, igual número de dança tradicional, seis blocos de animação e um convidado, proveniente da província do Zaire, denominado “Tumueno”.

Com palco na avenida Alioune Blond Beye, no bairro Académico, centro da cidade do Huambo, os desfiles acontecem em Fevereiro próximo, concretamente nos dias 18 (infantil) e 20 (tradicionais e adultos), sob o lema “Com o Carnaval massifiquemos e fortaleçamos a nossa cultura”.

O chefe do departamento da Acção Cultural na província do Huambo, Pascoal Pedro Nhanga, que falava à ANGOP, disse que as inscrições decorreram, entre 05 de Dezembro de 2022 e 05 do corrente mês, nas 37 comunas e nos 11 sedes municípios.

Disse que o desfile dos 44 grupos na fase provincial resultará das competições de 14 a 15 do mês em curso, que anteriormente desfilavam apenas em formatos de blocos de animação tradicional.

Depois da fase comunal, explicou, está prevista a realização de desfiles municipais, entre 11 e 12 de Fevereiro, de onde sairão os representantes para a fase provincial.

Pascoal Pedro Nhanga disse que a ordem de desfile da fase provincial resultará de um sorteio, a ser realizado tão logo sejam apurado os representantes dos 11 municípios.

O responsável disse estar prevista para quinta-feira (12) uma formação para os 55 membros do corpo do júri, em representação dos 11 municípios, que terão a missão de avaliar a dança, o comandante, a postura dos foliões na pista, a canção e outros atractivos.

Sem precisar os prémios, referiu estar, igualmente, prevista para o sábado (14) a realização de um seminário de capacitação para os coreógrafos dos grupos inscritos para as fases comunais e municipais.

A última edição competitiva realizada em 2020, foi conquistada pelos grupos Ovinjenje (classe de adultos), Nzinga Mbandi (em infantis) e Kativala do Bailundo, na vertente de dança tradicional.

Com 11 títulos conquistados, em 34 participações, o grupo Fogo Negro, fundado no início da década de 80, altura em que os grupos Saidy Mingas e União Seguessa (extintos) eram as maiores referências do Entrudo local, detém a hegemonia na galeria dos vencedores do Carnaval de adultos no Planalto Central.

Colunistas