Connect with us

Destaque

Capapinha e Kwata Kanawa podem ver os seus bens penhorados

Published

on

Job (Pedro Castelo) Capapinha e Noberto Fernandes dos Santos têm dívidas no banco BIC e podem, em menos de 40 dias, ver penhorados os seus bens já  hipotecados, anuncia o Tribunal Provincial de Luanda, no Jornal de Angola (segunda, 3 de Abril, pág. 19, anúncio n. 5479).

Os dois, em conjunto com os cidadãos António Manuel Camacho Rodrigues e Afonso Augusto Kiluanji e a empresa Transformação Transporte e Comércio de Inertes Lda., são réus num processo judicial movido pelo referido banco comercial (exequente) cujos autos correm no referido tribunal, e têm menos de 40 dias para, caso queiram, contestar, pagar o dinheiro – cujo montante não é revelado no anúncio -, ou nomear bens à penhora.

Se não fizerem nenhuma destas exigências legais, o património de cada um dos réus (executados) vai ver subtraído os bens que deram em hipoteca.

Os visados podem recorrer do despacho de citação da acção executiva (destinada à realização coerciva de um direito violado) para o pagamento da quantia.

Job Capapinha foi governador de Luanda e administrador do Kilamba Kiaxi. Actualmente, dirige uma instituição de utilidade pública, a AMANGOLA, e Noberto Fernandes dos Santos Kwata Kanawa, é actualmente governador de Malanje.

 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas