Connect with us

Lifestyle

Cantora e compositora angolana Garda morre aos 92 anos

Published

on

Morreu a cantora e compositora angolana Garda, aos 92 anos, vítima de um acidente vascular cerebral no passado sábado.

A cantora, uma estrela na cena musical angolana na década de 1950, como foi definida, morreu no Hospital de Faro, em Portugal, disse à agência Lusa fonte próxima da família.

Garda, que editou o seu primeiro disco em 1957, vivia actualmente em Vilamoura, no Algarve, “afastada da vida artística”. O primeiro álbum de Garda foi editado em Portugal em 2011, mais de 50 anos depois de ter gravado o primeiro EP.

A cantora e compositora manteve-se desconhecida do grande público ao longo de mais de 50 anos, e “passou ao lado de uma carreira como tiveram os Duo Ouro Negro”, apesar de ter sido a primeira angolana a gravar um disco.

Garda iniciou os seus estudos musicais em Luanda, e desde cedo começou a atuar ao vivo em conjunto com o seu pai e irmãos, antes de se fixar em Lisboa.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *