Connect with us

Sociedade

Cabinda: mais de duzentos cidadãos da RDC deixam território angolano

Published

on

O posto de fronteira do Yema, no Sul de Cabinda, voltou, nesta quarta-feira, 10, a registar a saída voluntária massiva de cidadãos estrangeiros da República Democrática do Congo (RDC), no âmbito do Decreto Presidencial que actualiza as medidas de prevenção da covid-19.

Desta vez, saíram voluntariamente 218 cidadãos estrangeiros, oriundos da RDC, entre eles, 136 adultos e 82 menores acompanhados.

Por se configurar um processo de elevada complexidade, o exercício tem sido acompanhado de perto, pelo comissário de migração, João Joveth Ângelo, Director Provincial do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME), bem como dos representantes dos diversos órgãos que intervêm no controlo da fronteira, soube o Correio da Kianda.

De acordo com os relatos dos imigrantes, a busca por melhores condições de vida, a assistência médica e medicamentosa e o encerramento das fronteiras, constituem os principais motivos para o regresso definitivo destes, ao país de origem.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (14)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (88)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD